Noticia

Estudo faz mapeamento inédido do mercado de livro digital


Censo realizado pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros vai mapear tamanho do mercado de e-books



Um mapeamento feito pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) vai revelar, pela primeira vez, o tamanho do mercado de livros digitais no país. O estudo, visto como crucial para o desenvolvimento do setor, teve a adesão de 350 editoras e o resultado final será divulgado em junho. Calcula-se que a venda de livros digitais cresça a uma taxa de 20% ao ano. O Brasil, no entanto, é menos desenvolvido em relação a outras economias. “Acredita-se que apenas 2,5% das vendas sejam digitais. Na Espanha, por exemplo, já corresponde a 10%”, diz Marcos Pereira, dono da editora Sextante e presidente do Sindicato Nacional dos Editores de Livro (Snel). “É um produto muito atraente em tempos de crise, já que custa, em média, 30% a menos que o formato convencional”, completa. O estudo é uma parceria entre o sindicato e a Câmara Brasileira de Livros.